Muito tem se falado do Marketing Digital de Resultados ou Inbound Marketing. Em meio a tantas estratégias, ele apresenta o melhor custo benefício para as empresas. É uma estratégia 62% mais barata que Outbound Marketing possuindo uma média de 275% de ROI.

E ai, você já começou a investir em marketing digital de resultados para sua empresa? Se não, não perca tempo! Caso você já tenha em desenvolvimento uma estratégia de Inbound, antes de definir atuações futuras é necessário analisar o que já foi feito. Analisar se as estratégias utilizadas deram o resultado esperado e se foram realmente eficazes, de modo a redefinir as ações que não deram certo. Analise o fluxo de visitantes em seu site e blog, quantidade e origem de tráfego, posição no Google, estratégias utilizadas para atração de leads, como landing pages e call to actions, uso de email marketing e automação de marketing, lead scoring e feedbacks dos clientes.  Após uma análise geral de todas as ações realizadas é possível definir o que deve ser melhorado, implementado ou simplesmente excluído.

Dentro do seu planejamento de marketing, cinco coisas não podem faltar:

1) Gerar Leads Qualificados

Gerar Leads é a base de uma estratégia de Marketing Digital. Significa atrair pessoas interessadas no seu produto/serviço e conseguir o contato e informações sobre essas pessoas. São essas pessoas que farão parte da sua base de relacionamento e serão nutridos ao ponto de se tornarem oportunidades e clientes. Uma campanha de geração de leads precisa ter como foco principal a atração de pessoas realmente interessadas na solução a um problema proposto. Para isso é preciso gerar conteúdo que atraiam leads qualificados.

Dependendo do nível da sua empresa neste assunto, seu objetivo pode ser:

  • Começar a produzir conteúdo para gerar Leads;
  • Otimizar a forma como está atraindo esses contatos para trazer mais Leads qualificados para venda.

Saulo Medeiros, empreendedor de Marketing Digital, listou 10 ações que podem ser utilizadas para atração e leads:

  1. Planilhas – Pequenos guias para consultas onde o conteúdo é transmitido de maneira rápida e prática. Elas funcionam como uma forma de consulta para o lead. Um exemplo seria uma Planilha de Organização Financeira Pessoal.
  2. Checklists – Uma oferta muito rápida de ser feita e extremamente útil para o lead, pois você lista o que ele precisa fazer para conseguir atingir o objetivo do conteúdo. Um exemplo para lojas, seria um checklist para fazer uma surpresa para uma pessoa querida. Você faz com detalhes o passo a passo para uma pessoa agradar alguém querido em uma data especial.
  3. Concursos – As pessoas adoram concursos. A partir da realização de concursos você passa a saber muito sobre a audiência da sua empresa pois é o tipo de ação que faz as pessoas interagirem com você, além de aumentar seu alcance, elevar o tráfego do seu site e gerar leads.
  4. Cursos – Criação de cursos ou tutoriais ensinando algo valioso para seu visitante. Essa oferta demanda um tempo maior, pois necessita de gravação, texto, edição e divulgação. Você pode fazer isso na sua própria empresa, ou contratar um profissional.
  5. Demonstrações – Uma demonstração de como o seu produto ou serviço funciona fará com que o lead conheça mais sobre a sua empresa e se a sua solução é certa para ele.
  6. eBooks – É o tipo de oferta mais popular para geração de leads. Eles educam seu cliente potencial e demonstram credibilidade, porém demandam um tempo maior de produção.
  7. Consultoria – Oferecer consultorias gratuitas é uma ótima maneira de estar em contato com o lead. Já é uma oferta bastante avançada no funil de conversão, pois o lead entenderá como sua empresa pode ajudá-lo.
  8. Kits de conteúdos – Kits são grupos de conteúdos dentro de uma única oferta. Eles são uma ótima maneira de reutilizar conteúdos já utilizados que possuem assuntos parecidos.
  9. Podcasts – Fazer podcasts é uma maneira divertida de aumentar sua geração de leads e estabelecer sua marca como uma fonte de expertise além de demonstrar o lado humano da sua empresa. Eles inserem uma voz à sua marca e criam uma demonstração de liderança.
  10. Apresentações em SlideShare – Apresentações no SlideShare são uma ótima fonte de tráfico para o seu site. Então algumas vezes é melhor disponibilizá-los sem pedir informações em troca. Mas isso não quer dizer que você não possa usá-los como uma fonte de geração de leads. Se a apresentação for bastante atrativa para os visitantes, eles vão querer ver o conteúdo.

 

2) Ser Referência

Para se tornar referência no ramo em que atua é preciso produzir conteúdos ricos e relevantes, levando em conta a persona traçada e distribuída ao longo do funil de vendas. 

3) Vender para Leads

No Marketing Digital, a venda começa desde o momento em que um visitante chega ao site e se torna um Lead. É no trabalho de relacionamento com esses leads que você tem a possibilidade de tornar as oportunidades em vendas. No processo de planejamento das suas estratégias é preciso, dependendo do grau de maturidade da aplicação de Inbound em sua empresa, avaliar dois pontos. Primeiramente traçar um processo inicial de Inbound Sales e começar o alinhamento entre as áreas de Marketing e Vendas; outro ponto, é otimizar o processo de Inbound Sales, ganhar escala e aumentar a produtividade dos vendedores.

4) Otimizar as conversões do funil

É preciso avaliar periodicamente a eficácia da produção de conteúdo da sua empresa. Sabendo quais são as taxas atuais e tendo um benchmarking, é possível definir objetivos e otimizar uma etapa específica do funil. Para cada etapa do funil é preciso:

  • Topo de funil: aumentar a taxa de conversão de visitantes para Leads;
  • Meio de funil: otimizar as conversões de Leads para oportunidades;
  • Fundo de funil: melhorar as conversões de oportunidades para vendas.

5) Aumentar a produtividade

Muitas empresas que iniciam no processo de produção de conteúdo não dão continuidade devido a falta de tempo e de mão de obra para se dedicar a esta função, que vai da produção do material, publicação a divulgação. A estratégia de produção de conteúdos é utilizada para captar e educar clientes de diversos segmentos. Por este motivo é muito importante que haja qualidade e regularidade na produção. Mas como aumentar essa produtividade?

O site contentools listou  algumas atitudes para você ajudar sua equipe a aumentar a produtividade no marketing de conteúdo:

1.Defina e alinhe objetivos com a equipe

É preciso definir o que espera alcançar, em quanto tempo e também alinhar esses objetivos com toda equipe envolvida.

2.Determine metas e crie métricas

Determine o número de publicações mensais, a taxa de crescimento do número de visitantes do blog, a meta de conversões de um white paper, por exemplo, entre outros. Só assim será possível avaliar os resultados e a efetividade da estratégia como um todo.

3.Organize atividades e crie um calendário de publicações

O planejamento de atividades e de publicações é determinante para uma alta taxa de produtividade no marketing de conteúdo. Para que prazos sejam cumpridos e o conteúdo esteja sempre em dia, é necessário delegar funções e estipular datas de entrega. Criar um calendário de publicações ajuda bastante nesse processo.

4.Utilize ferramentas para aumentar a produtividade no marketing de conteúdo

Existem ferramentas pagas e gratuitas na internet com a finalidade de mensurar o tempo gasto em cada atividade. Com isso é possível fazer uma gestão eficiente das tarefas, calcular a produção e desempenho da equipe. Pesquise e escolha aquela que melhor se adequar ao perfil da equipe e à cultura organizacional da sua empresa.

5.Contrate profissionais especializados

Caso não seja possível desenvolver toda a produção de conteúdo com a mão de obra da própria empresa, é possível contratar agências especializadas na produção e organização de conteúdos. Isso vai garantir a regularidade das publicações, a manutenção e avaliação da estratégia, deixando-o livre para se preocupar com outras atividades na empresa.